atendimento 4001-7997

televendas 4007-2240

Dicas & Novidades

Dicas & Novidades

Novo normal? O que o seu restaurante precisa e pode fazer

22 de julho de 2020 por Redação Makro FS

Com a flexibilização da quarentena chegando gradativamente no estado de São Paulo que, segundo o Plano São Paulo, abrange Campinas, Jundiaí, Marília, Sorocaba, Bauru, além de outras 34 cidades, muitos restaurantes e estabelecimentos de food service estão reabrindo. 

Para isso, é preciso ficar atento às medidas  preventivas necessárias estabelecidas pelo Pacto Regional do Plano São Paulo (sempre observando os indicadores de sua cidade e em qual nível ela se enquadra, sendo os dados disponíveis em https://www.saopaulo.sp.gov.br/planosp/) para que, com responsabilidade e segurança, você possa atrair novamente seus clientes. A flexibilização para bares e restaurantes, de acordo com o Pacto Regional do Plano São Paulo, tem início quando as cidades se encontram na fase amarela.

A disponibilidade do álcool em gel para funcionários e clientes, e seu uso mais intensificado, é uma medida de prevenção já adotada logo no princípio da pandemia e deve ser mantida e reforçada. Além disso,  outra medida de prevenção fundamental é evitar contato físico, como apertos de mão. O uso da máscara de prevenção por funcionários e clientes é obrigatória e indispensável. No caso dos clientes, estes sempre deverão estar de máscara ao chegar e ao sair do estabelecimento, somente podendo retirá-la na hora do consumo de alimentos e bebidas. 

O que mais pode ser feito no local? 

  • Os estabelecimentos têm autorização para atender até 40% de sua capacidade total, segundo matéria do site Uol;
  • As mesas devem se encontrar ao ar livre ou em locais que possuam ventilação natural. Vale ressaltar que as mesas devem manter uma distância de 2 metros entre si;
  • Caso as mesas se encontrem em locais que possuam ar-condicionado, a manutenção deste deve estar em dia e os filtros limpos;
  • As lixeiras, de todos os ambientes, devem possuir tampas e sua abertura não pode exigir o uso das mãos;
  • Todos os objetos devem ser devidamente higienizados com álcool em gel após o uso de cada cliente (mesas, cadeira, cardápios, maquininha de cartão, balcão, entre outros). A higienização dos banheiros, cozinha, copa e  outros ambientes também deve ser redobrada;
  • Os secadores de mão devem ser substituídos por papel toalha, uma vez que podem espalhar vírus e bactérias no ar;
  • Use vidro nos buffets para evitar que os clientes respirem em cima dos alimentos;
  • Todos os funcionários, em especial os que trabalham na cozinha manuseando pratos e os que trabalham da área de limpeza, devem usar luvas descartáveis;
  • Luvas descartáveis também podem ser oferecidas para clientes em restaurantes com o serviço de self-service para manusearem utensílios de uso comum.

Como proteger os funcionários? 

  • Os funcionários devem receber orientações rigorosas quanto à higienização, principalmente das mãos, do rosto e do nariz (sempre com sabonete líquido, de espuma ou spray com poder anti séptico), como sendo primeira providência ao chegar da rua;
  • Ao trocar a roupa que veio da rua, estas devem ser guardadas em sacos plásticos;
  • Os uniformes devem ser lavados diariamente;
  • Os vestiários devem ser bem ventilados;
  • Os funcionários também devem manter uma distância de 2 metros entre si, principalmente em locais mais fechados, como a cozinha, por exemplo;
  • Não devem tocar os olhos, nariz e boca durante o expediente, uma vez que estes são os meios de acesso do vírus;
  • As tosses e espirros devem ser contidos na parte de dentro do cotovelo ou em lenços descartáveis (as mãos e antebraços devem ser lavados imediatamente);
  • A higienização das mãos deve se tornar um hábito constante, isto é, os funcionários devem lavar as mãos antes e depois de irem ao banheiro, a cada mudança de prato sendo trabalhado, após tocarem o rosto, cabelo ou superfícies como celulares, balcão, entre outros, ou pelo menos a cada 2 horas;
  • A vacina da gripe é uma medida fundamental a ser tomada;
  • É importante lembrar que, caso o funcionário apresente algum sintoma de gripe, este deve ser afastado imediatamente, sendo mantido em quarentena.

Estas medidas podem ser comunicadas por meio de cartazes ou folhetos distribuídos em seu estabelecimento para que tanto funcionários quanto clientes estejam cientes das medidas tomadas e cumpram com as exigências especificadas.

Medidas mais criativas

Há países que estão inovando e tomando medidas criativas para manter seus restaurantes abertos e respeitar as normas de proteção. Como um restaurante em Amsterdã, Holanda, que montou estufas para distanciar as mesas. Estas estufas são de vidro e o ambiente foi decorado com luzes, conferindo um visual elegante e romântico mesmo em meio a uma pandemia.

Na Suécia, um restaurante recebe apenas um cliente por vez. Uma mesa ao ar livre possui apenas uma cadeira e a refeição é levada em uma cesta que sai da janela do restaurante por sistema de polias, ou seja, não há garçom.

Já em Bangkok, Tailândia, um restaurante usou barreiras plásticas para manter o distanciamento entre seus clientes. Outra medida similar são as barreiras de vidro.

Outras medidas também utilizadas foram demarcações no chão ou paredes sinalizando onde o cliente deve aguardar, respeitando a distância entre um e outro. E mesas, cadeiras e até box de banheiro foram “interditados” (com placas, faixas e avisos) para mostrar que não devem ser utilizados, também como forma de manter uma distância segura entre cada cliente.

Após um período de susto e crise mundial, você deverá investir na segurança e criatividade para reabrir seu estabelecimento de forma a “correr atrás do prejuízo”, mas sempre se lembrando que o vírus ainda não acabou, então as medidas preventivas devem ser mantidas a todo custo para garantir a saúde de seus funcionários, clientes e familiares!

Fonte consultada para esta matéria: https://www.saopaulo.sp.gov.br/planosp/ 

Você também pode gostar

Dicas & Novidades

Churrasco é paixão nacional. Confira nossas dicas para ter uma churrascaria de sucesso

5 de março de 2020
Veja mais
Dicas & Novidades

Padaria Delivery: Mais que tendência, adaptação necessária

14 de maio de 2020
Veja mais

Comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *